Um pouco sobre mim

Minha foto
Pedro Amorim
CIDADE OCIDENTAL, Goiás, Brazil
Sou um jovem que gosta de expor opinião sobre tudo que é possivel, tem um espaço muito aberto há debater e discutir sobre vários assuntos que são importantes para a sociedade.
Visualizar meu perfil completo

Diga não ao projeto Azeredo

Total de visualizações de página

Loading...

Vem comigo!!!

Ocorreu um erro neste gadget

Filie-se

UJS de Carterinha

Pedro Amorim. Tecnologia do Blogger.
quinta-feira, 8 de outubro de 2009
Nota em repúdio às declarações de Jarbas Vasconcelos contra o PCdoB

A União da Juventude Socialista manifesta seu repúdio ante a infeliz declaração do senador Jarbas Vasconcelos em relação ao Partido Comunista do Brasil, mais antiga agremiação política do país.

No ocaso de sua carreira política, o parlamentar pernambucano resolveu aparecer saindo-se com a seguinte pérola antidemocrática, em palestra na Escola Supeior de Guerra: "muita gente diz que, com a cláusula de barreira, vão acabar os partidos pequenos, vai acabar o PCdoB... Que mal há em acabar o PCdoB?”.

A União da Juventude Socialista responde ao senador. A mais rápida passada de olhos sobre a história do país, senador Jarbas, demonstra que a existência legal do Partido Comunista sempre foi um termômetro da normalidade democrática. Todas as vezes que a democracia sucumbiu, os primeiros a sentir na carne os sintomas foram os comunistas. Só isso já demonstraria "qual o mal em acabar o PCdoB", senador.

Aliás, o senhor, que iniciou a trajetória justamente combatendo a ditadura, parece estar sofrendo de um saudosismo às avessas, não? Agora, no pleno vigor da democracia, ressente-se das medidas ditatoriais.

Por sua lógica torta, enviezada, da mesma maneira que pode acabar o PCdoB, provavelmente possam acabar muitos outros partidos. Talvez, para seu gosto, acabem todos aqueles que crescem em Pernambuco e há muito tempo têm lhe tirado votos.

Não deixe, senador, que o desespero pela aproximação do encontro com as urnas aumente ainda mais os estragos que sua posição conservadora no Senado já tem lhe causado.

Respeite a democracia. Respeite as lutas do povo e a história do Brasil. Respeite os ouvidos alheios.